PCH Paracambi: compromisso com a mão de obra local

No dia 04 de dezembro, 170 alunos receberam o diploma de conclusão de cursos profissionalizantes promovidos pela Pequena Central Hidrelétrica (PCH) Paracambi, um empreendimento Lightger. Antes mesmo da formatura, 10 alunos já foram contratados pelo Consórcio Construtor da PCH Paracambi (CCPA) e na medida em que novas vagas surjam no canteiro de obras, os moradores capacitados serão absorvidos.

No grupo dos dez primeiros formandos contratados está Sandro Magalhães, 19 anos, morador do Km9, em Paracambi, bairro vizinho ao empreendimento. Com a conclusão do curso de soldador, mais do que uma profissão, o jovem garantiu o primeiro emprego. “Foi a grande oportunidade da minha vida. Hoje tenho uma profissão e a chance de realizar na prática o que aprendi na sala de aula nos últimos meses”, comemora Sandro.

Os cursos ministrados pelo Centro de Tecnologia Educacional Profissionalizante e Inclusão Social do Brasil – Cetepis Brasil foram: Armador de Ferragem, Carpinteiro de Forma, Pedreiro Polivalente, Soldador Eletrodo Revestido e Soldador Mig Mag. Outros 200 moradores participaram de palestras sobre Saúde, Meio Ambiente e Segurança (SMS) e também farão parte da estratégia de contratação de mão de obra local.

Para Fábio Oliveira, diretor do Cetepis Brasil, a oportunidade oferecida pela PCH Paracambi deve garantir boas oportunidades que vão além do canteiro de obras da nova hidrelétrica. “Por conta dos eventos esportivos que serão sediados no estado, o Rio de Janeiro se tornará um grande canteiro de obras nos próximos anos. Quem tiver um diploma de armador, carpinteiro, pedreiro, soldador, sai na frente. A empregabilidade deles está garantida”, ressalta Oliveira.

Sobre a PCH Paracambi: a construção da PCH Paracambi é um empreendimento da Lightger S. A., empresa do grupo Light, em parceria com a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig). A usina terá capacidade instalada para geração de 25 MW (megawatts), energia suficiente para abastecer uma cidade de 120 mil habitantes. O lago formado pela PCH se estenderá até aos municípios de Piraí e Itaguaí. A usina estará pronta em 2012. São consideradas Pequenas Centrais Hidrelétricas usinas com capacidade de produção entre 1 e 50 MW e com área total do reservatório igual ou inferior a 3 km².