A Obra /

Obras da PCH Paracambi entram em nova fase

As obras da Pequena Central Hidrelétrica (PCH) Paracambi avançam. Depois do período de terraplanagem, os operários estão na fase de escavação do solo para preparar as áreas onde serão construídas a casa de força e o vertedouro da usina. As duas instalações são fundamentais para o funcionamento de uma hidrelétrica.

A casa de força é como se fosse o coração da hidrelétrica. É nesse local que fica instalado o gerador de energia que, junto com a turbina, forma o que é chamado de Unidade Geradora de Energia. A soma da capacidade de produção dessas unidades é que determina a potência de uma usina. No caso da PCH Paracambi, juntas, as unidades responderão por uma capacidade instalada de 25 megawatts, energia suficiente para atender a uma cidade de 120 mil habitantes.

Já o vertedouro é uma estrutura de segurança importante. Funciona como um canal artificial para regular o nível do reservatório da hidrelétrica. O vertedouro é acionado cada vez que o fluxo da água está no limite operacional. Assim, as comportas (sistema de portas de aço gigantes) são abertas e a água é liberada para seguir o curso do rio.

Além da casa de força e do vertedouro, existem outros equipamentos e instalações consideradas fundamentais no processo de geração de energia de uma hidrelétrica. Entre os quais, a barragem, a tomada d’água, as turbinas, os transformadores e as linhas de transmissão.

Obra em abril de 2010